Destaques << voltar

Protegendo Animais Domésticos Contra o Frio

Seu pet também sofre com o frio.

Compartilhe:

 

Fonte: http://www.tirinhasmemes.net/wp-content/uploads/2012/07/vei-ta-frio-ne-tirinhas-memes-net.jpg

 
Com a chegada do frio, encontramos temperaturas bastante baixas nas regiões sul e sudestes. As pessoas normalmente estão preparadas para enfrentar essas temperaturas com o uso de roupas adequadas, aquecimento, etc. Os animais silvestres também possuem seus próprios meios e mecanismos de defesa apropriados. O grande problema no que se refere ao frio são os animais domésticos. Estão adaptados ao homem e dele dependem para quase tudo, inclusive para se defender do frio. Sendo assim, certamente são os que mais sofrem nesse período, isto porque os humanos simplesmente esquecem que animais também sentem frio.
 
Os que mais sofrem
 
Quando o assunto é frio, logo nos vem à lembrança dos cães de rua e ficamos com a idéia de que sofrem muito com o frio. Mas, na verdade eles não são os campeões do sofrimento. Adaptados às ruas e, portanto conhecedores do meio onde vivem, nas noites geladas sempre encontram o local mais abrigado às vezes nos lugares mais incríveis. Também costumam se proteger dormindo juntos passando o calor de um para o outro. 
 
Por incrível que pareça o maior sofrimento fica por conta dos animais domésticos, sobretudo os cães. Quanto aos de porte pequeno e de raça, quase não há problema pelo fato de quase sempre ficarem à noite dentro de casa. O sofrimento mesmo fica por conta dos cães de porte grande que quando pequenos são o mimo da família, mas com o tempo, acabam abandonados no quintal amarrados a uma corrente. Quando chega o frio ninguém se dá conta de que o frio também chegou ao quintal e com muito mais intensidade, pois a maioria é forrado de materiais frios como lajotas ou azulejos. Quando há uma casinha para cães, normalmente tem a porta muito larga de forma que as correntes de ar entram com facilidade não oferecendo um abrigo satisfatório. Há muitos que nem sequer dispõe de uma casinha. Dormem em um canto qualquer em cima de um pano.Os cães que mais sentem frio
 
O frio não é igual para todos os cães. Depende do pêlo e do tamanho do animal. Segundo os especialistas, o que mais sofre com o frio é o salsichinha, teckel ou dachshund. Ainda nessa categoria dos friorentos estão o pincher, o fox terrier, o beagle, o fox paulistinha, o chiuaua e o pit Bull.
 
Os cães de maior porte
 
Em segundo lugar no que se refere ao frio estão os de pêlo curto, mas de porte maior como o fila, o dálmata, o whippet, o boxer e o weimaraner.
 
De toda maneira o melhor para atender aos cães na época de frio é classificá-los em três grupos: os de pêlo curto, que sentem mais frio, os de pêlo longo e de crescimento constante como poodle e outros e os de sub-pêlo que criam uma nova pelagem extra por baixo da normal antes do inverno. Também é importante pensar no porte do animal, quanto menor e pêlo mais curto, mais frio sente.Os cães dão o recado
 
Quando sentem frio os cães não ficam indiferentes. A noite é comum ouvi-los uivando o chorando com latidos lamentosos para ver se despertam a caridade do dono que muitas vezes nem liga. Os que ficam dentro de casa também apresentam sintomas típicos do frio; tremedeira, desânimo, faz mais xixi e só quer ficar deitado num local aconchegante.
 
Roupas para cães?
 
Nenhum defensor dos animais defende as roupas para animais, pois lhes tira a naturalidade e liberdade além de que apresentam uma série de riscos à saúde como alergias, ácaros e bactérias, rejeição psicológica, etc. O animal em seu estado natural tem como proteção seu próprio pêlo que é sua roupa natural. Com o uso de roupinhas, normalmente atendendo mais o sentido estético do dono que a real necessidade do animal ele fica mais sujeito às doenças que sem a roupa.
 
O que se pode fazer para ajudar os cães
 
Os que dormem dentro de casa devem ficar num cômodo onde não haja correntes de ar e num local acima do chão que normalmente é gelado. Por exemplo, um forro de papelão e cobertor. Para os que dormem fora, uma casinha com a porta menor e colocada numa posição em que a porta não receba correntes de ar direto, por exemplo, com a porta virada para uma parede. É necessário que a casinha esteja bem forrada com cobertor ou manta, pois o piso de madeira ou de plástico é gelado.
 
Fonte: http://media.desura.com/images/groups/1/3/2392/394903_594395830577448_1963048837_n.jpg
 
Os gatos
 
Por natureza os gatos são os mais sortudos. Dificilmente dormem fora. Como tem um sentido de liberdade muito grande, dentro de casa escolhem sempre o melhor local. Além disso, sua pelagem se torna apropriada para o inverno. Mesmo assim, alguns sofrem com o frio principalmente as raças de pelagem curta. Nesse caso devem-se tomar cuidados especiais como cobri-los com um cobertor durante a noite.
 
Os animais domésticos são dependentes dos humanos e por isso mesmo são os que mais sofrem. Quantos cães dormem num quintal solitário, abandonados numa casinha gelada enquanto seus donos muito bem aquecidos dentro de casa nem sequer se lembram deles. Esquecem que o corpo de um animal não é diferente do humano. Está sujeito a dor, ao calor e ao frio. Em tudo somos iguais, menos no amor incondicional. Enquanto que o cão mesmo sendo chutado, abandonado e maltratado sempre ama seu dono e o demonstra na primeira oportunidade, o homem, assim que encontra algo mais interessante que seu cão, logo o esquece e o abandona em um canto qualquer como se fosse um objeto.
 
Fonte capa: http://www.clicrbs.com.br/blog/fotos/183423post_foto.jpg



Comentários